Professor de universidade canadense palestra sobre Simulação Numérica de Escoamentos

29/10/2012 09:58

O Professor Carlos Frederico Lange, do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Alberta, no Canadá, vai falar sobre o tema Simulação Numérica de Escoamentos: dos Pampas às Pradarias e até às Planícies Marciana. A palestra será realizada em português, no dia 01 de novembro, quinta-feira, às 10h30, no Auditório do Pólo, Bloco A da Engenharia Mecânica da UFSC. É gratuita e aberta à comunidade acadêmica.

Ementa técnica da Palestra:
-Uma descrição em paralelo da trajetória pessoal de descoberta da mecânica dos fluidos computacional e de vários exemplos de aplicação da simulação de escoamentos.
-Começando com um modelo de elementos finitos para escoamentos incompressíveis com função de penalidade, passando pela paralelização e refinamento local de malha, e escoamentos multifásicos.
-A trajetória da apresentação culmina em várias aplicações não convencionais da simulação numérica. Entre os exemplos está a administração de medicação aos pulmões, a geração de partículas na tosse e a simulação de ventos e nevoeiros em Marte. O escoamento ao redor de um cilindro, apesar da sua simplicidade, tem um papel curiosamente recorrente nessa trajetória.
-A palestra conclui com uma visão geral da pesquisa na Universidade de Alberta.

Trajetória do palestrante:
O Professor Carlos Lange completou graduação e mestrado em Engenharia Mecânica no Brasil (UFRGS) e doutorado (Dr.-Ing.) na Engenharia Química da Universidade Friedrich-Alexander, Erlangen-Nürnberg, Alemanha. É especializado no estudo de escoamentos e fenômenos de transporte usando simulação numérica (CFD). Ele aplica os métodos numéricos a problemas de engenharia biomédica, como a administração de medicação aos pulmões, além de simular a inalação de aerossóis medicinais. Também estuda a geração e emissão de bioaerossol durante a tosse, com implicações na transmissão de doenças por vias aéreas.

Em suas pesquisas, aplica a simulação de escoamentos ao estudo de ventos em Marte. Ele foi membro da Equipe Científica Canadense na Missão da Sonda Marciana Phoenix. Como parte da sua contribuição, Professor Lange e sua equipe usaram pela primeira vez CFD para a caracterização do efeito dos ventos marcianos na operação de uma sonda e de seus instrumentos. Foi dele, também, a ideia de um anemômetro substituto, consistindo de um barbantinho com um tubo na extremidade (Telltale). Este instrumento, que foi construído na Universidade de Aarhus, Dinamarca, foi projetado por Lange usando simulação numérica. O Telltale é hoje o instrumento mais fotografado na superfície de Marte.

Professor Lange e seu grupo continuam o desenvolvimento de modelos para o estudo do ciclo de água em Marte, um elo vital na busca de sinais de vida passada ou presente no planeta vermelho.

1 comentário