Centro Tecnológico
  • Convite para o curso “O Controle Externo da Administração Universitária”

    Publicado em 11/10/2018 às 16:15

    O objetivo do curso é promover a segurança jurídica, visando a disseminação de conhecimentos sobre as funções do Controle Externo da Administração Universitária e as atividades exercidas pelo Ministério Público Federal (MPF), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Tribunal de Contas da União (TCU), Controladoria Geral da União (CGU), Advocacia Geral da União (AGU) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

    O curso será ministrado pelo Prof. M.E. Ivan Almeida de Azevedo, que é Advogado (OAB/SC 38490) e contador do Departamento de Auditoria Interna da UFSC. O docente é Graduado em Direito pela UNIVALI e em Ciências Contábeis pela UFSC, Mestre e especialista em Administração Universitária pela UFSC e Especialista em Economia de Empresas pela UFSC.

    Este curso é parte integrante do Programa Estratégico de Advocacia Preventiva da Procuradoria Federal junto à Universidade Federal de Santa Catarina (PFUFSC) e é promovido conjuntamente com a Escola da Advocacia Geral da União de Santa Catarina (EAGU/SC) e a Escola de Gestores da Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas da UFSC (PRODEGESP/UFSC).

    As inscrições são gratuitas e as vagas são limitadas. Maiores informações sobre o evento e inscrições no site: http://www.peap.paginas.ufsc.br/ 


  • Saiba diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya e elimine os focos do mosquito

    Publicado em 11/10/2018 às 16:00


  • 15 cursos do CTC são bem avaliados pelo ENADE

    Publicado em 11/10/2018 às 15:07

    O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) de 2017 divulgou no dia 9 de outubro, a lista com os cursos avaliados, tendo 64% dos cursos da UFSC, com nota máxima. O exame é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação, segundo o próprio site da instituição informa.

    Só no Centro Tecnológico, tivemos onze cursos avaliados com a nota máxima (5) , quatro com a nota 4 e um com a nota 3.

    Arquitetura e Urbanismo ENADE: 5 (4.6986)
    Ciências da Computação ENADE: 5 (4.0576)
    Engenharia Civil ENADE: 5 (4.5284)
    Engenharia de Alimentos ENADE: 5 (4.6277)
    Engenharia de Controle e Automação ENADE: 5 (4.2519)
    Engenharia de Materiais ENADE: 4 (3.7511)
    Engenharia de Produção Civil ENADE: 4 (3.6914)
     Engenharia de Produção Elétrica ENADE: 5 (4.5655)
    Engenharia de Produção Mecânica ENADE: 5 (4.7430)
    Engenharia Elétrica ENADE: 5 (4.1482)
    Engenharia Eletrônica ENADE: 5 (4.2776)
    Engenharia Mecânica ENADE: 5 (4.1073)
    Engenharia Química ENADE: 4 (3.9378)
    Engenharia Sanitária e Ambiental ENADE: 5 (3.9892)
    Sistemas de Informação ENADE: 3 (2.8371)

    Para ver a lista completa, acesse o link


  • Projeto da Engenharia Mecânica é aprovado em chamada pública da Celesc

    Publicado em 02/10/2018 às 10:02

    A Celesc apresentou na última quinta-feira, 27, os 29 projetos inovadores aprovados na última chamada pública para as áreas de Pesquisa & Desenvolvimento e de Eficiência energética. Ao todo, serão destinados R$ 96 milhões a propostas que deverão ser executadas até 2022, em todas as regiões do estado.

    Um dos projetos aprovados é denominado ‘’Plataforma robotizada reconfigurável e autopropelida para transporte de transformadores em espaços de difícil acesso.’’ coordenado pelo Professor Rodrigo Vieira, da  Engenharia Mecânica. Para a realização do projeto serão destinados até 2.948.390,04 e terá a duração de 36 meses.

    Ao todo, serão disponibilizados R$ 80 milhões para a execução de projetos aprovados na área de Pesquisa & Desenvolvimento relacionados a segmentos como mobilidade elétrica, internet das coisas, robótica, segurança do trabalho, meio ambiente, entre outros domínios que possam contribuir com a melhoria dos processos e dos serviços prestados pela Celesc, segundo informações de Thiago Jeremias, chefe do Departamento de Eficiência Energética da Empresa. Nessa área, por exemplo, será desenvolvido um gerador eólico de nacional de 4 MW de potência, iniciativa da Engie Brasil e da WEG, que agora conta também com o apoio da Celesc em investimentos da ordem de R$ 30 milhões.

    Todas as propostas aprovadas estão disponíveis em http://site.celesc.com.br/peecelesc/

    http://site.celesc.com.br/ped/

     

     

     


  • Tese da UFSC ganha Prêmio do Instituto Brasileiro do Concreto – IBRACON

    Publicado em 27/09/2018 às 18:00

    Na Cerimônia de Abertura (18.09.2018) do 60° Congresso Brasileiro do Concreto, realizado em Foz do Iguaçu, PR, a Prof.ª Drª Carolina Noda Livi recebeu o prêmio de Melhor Tese de Doutorado na Área de Materiais, no concurso do ano de 2018. O evento foi promovido pelo Instituto Brasileiro do Concreto – IBRACON. O trabalho intitulado “Influência da Temperatura e Pressão na Hidratação e Desempenho Mecânico de Pastas para Concreto de Ultra-Alto Desempenho” foi desenvolvido sob orientação do Prof. Dr. Wellington Longuini Repette, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPGEC) e contou com o envolvimento multidisciplinar de diferentes laboratórios da UFSC, entre eles: NANOTEC, LMCC e LEE (do Departamento de Engenharia Civil); LABMETRO, CERMAT e Vitrocer (do Departamento de Engenharia Mecânica), LCME e LSCM; além do Laboratório de Física Nuclear Aplicada da UEL-Pr.

    A Doutora em Engenharia Civil Carolina Noda Livi e o Prof. Dr. Wellington Longuini Repette (PPGEC – UFSC) com a placa da premiação de Melhor Tese de Doutorado conferida pelo Instituto Brasileiro do Concreto – IBRACON.

    Variando  parâmetros de cura térmica (como temperatura e tempo de espera) e pressão de compactação, ambos aplicados no estado fresco do material, os pesquisadores concluíram que é possível melhorar consideravelmente o desempenho mecânico de pastas para concretos de ultra-alto desempenho (CUAD – resistência à compressão superiores a 120MPa), logo nas primeiras idades, o que tem um impacto tecnológico importante quando se fala em industrialização e racionalização da construção civil, pois permite o atingimento de máximo desempenho do material num menor tempo de produção. Além disso, o estudo produziu avanços no conhecimento sobre a cinética de hidratação da matriz cimentícia e sobre a microestrutura do CUAD quando submetido a diferentes regimes de pressão e temperatura nas idades iniciais.


  • Reunião de estudantes com a direção do CTC sobre Som no CETEC; Praça da Tecnologia; Ações para o Ensino de graduação

    Publicado em 22/09/2018 às 15:00

    No dia 20.08.2018, as 12h, no Auditório Teixeirão, ocorreu uma reunião entre alunos e a direção do CTC para esclarecimentos e sugestões, sobre os 3 assuntos.

    Os profs. Edson De Pieri e Sérgio Peters primeiramente agradeceram a presenças de todos(as) e disseram que mantém um canal sempre aberto com os estudantes.

     

    1. Som no CETEC:

    Sobre o som, os profs. De Pieri e Peters explicaram a necessidade de NÃO termos som no CETEC em horário algum, inclusive durante a venda de ingressos das festas universitárias, pois os prédios vizinhos têm atividades acadêmicas ininterruptas, incluindo o meio dia. Foram sugeridos outros locais para venda e foi pedida a colaboração de todos(as) para podermos continuar promovendo e incentivando as festas dos alunos da UFSC.

     

    2. Tratamento da área destinada à Praça da Tecnologia:

    Sobre a área destinada à Praça da Tecnologia, a direção do CTC explicou a dificuldade em manter a área de chão batido, que não tem mais mecanismos de manutenção via recursos da UFSC. Explicaram sobre a lista de prioridades do CTC, especialmente as adequações para mobilidade, como elevadores do ENS e EPS, reforma do Auditório Teixeirão, dentre outras. Mostraram ações para recuperar e ampliar áreas de convivências, como o Hall do bloco de salas de aulas do CTC.

    Em paralelo a direção do CTC propõe desenvolver um projeto de praça da tecnologia com áreas de convivência e de estudos, talvez aproveitando o sub-solo da praça, mas com previsão de construção mais a longo prazo, considerando a arrecadação do centro e diversos problemas de manutenção que são prioritários no momento.

    Assim, a direção do CTC propôs colocar lajotas na área de chão batido, hoje usado como estacionamentos dos técnicos e docentes do CTC, de modo que possa ser revertida em praça da tecnologia, quando tiver recursos para sua implantação. Essa área lajotada também poderia servir para promover eventos com tendas temporárias.

    A maioria dos alunos presentes, em especial os membros do Núcleo de Educação Ambiental – NEAMB, sugeriram não lajotar a área, não usa-la como estacionamento, mesmo que temporária. Sugeriram trabalhar na direção de implantar gradativamente a praça, prevista no plano de ocupação da UFSC, sugeriram fechar o acesso de carros e plantar grama no local. O prof. De Pieri e Peters explicaram que a praça está nos planos da direção, como previsto há anos, e que já promoveram estudos e rascunhos de projeto através do PET/ECV. Explicaram que, temporariamente, seria importante lajotarmos a área para facilitar a sua manutenção e atender demanda de técnicos e docentes que precisam usar carros, uma vez que o CTC perdeu uma área de estacionamento junto à Rua Dep. Antônio Edu Vieira. Paralelamente reconheceram a necessária da implantação de uma politica da UFSC e da cidade para redução do uso de carros.

    A direção do CTC se sensibilizou com as manifestações dos alunos, frizou que é solidária com construção/implantação da praça, então se comprometeu a estudar o assunto e propor alternativas.

    Nos dias seguintes a direção do CTC fez contato com o DPAE/SEOMA/UFSC, resgatou o plano de ocupação da área da praça da tecnologia, conforme mapa abaixo (que não é um plano diretor, pois nunca chegou a ser formalmente aprovado, mas é seguido pela UFSC), prevista em frente a CETEC (CTC13), e verificou que além da praça (área de chão batido), também está prevista uma complementação do prédio do INE (CTC31), destacada em área hachurada, contendo áreas de uso comum do CTC, como auditório, laboratórios de informática para o LIICT e escadas de incêndio obrigatórias, conforme mapa abaixo:

    TRI_MAPA BASE_09_2018 Praça CTC

    Assim, a direção do CTC suspendeu o projeto de colocação de lajotas na área da praça da tecnologia, e iniciou tratativas com o DPAE/SEOMA para definir possibilidades de ocupação que contemplem área prioritária para a praça, se possível associada a área de convivência/estudos para os alunos, e área de complementação do prédio do INE/CTC.

    Uma nova reunião com os alunos ficou combinada para o semestre corrente.

     

    3. Ações do CTC em prol do Ensino de graduação:

    Não houve tempo suficiente para conversar sobre esse tema, apenas foi comentado rapidamente sobre as ações e princípios em andamento, alinhadas com o PNE 2014, buscando maior efetividade para aplicação dos recursos públicos, como a

    Meta 12: elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior, e a

    Estratégia 12.3: elevar gradualmente a taxa de conclusão média dos cursos de graduação presenciais nas universidades públicas para 90% (noventa por cento), …

    Podemos citar as seguintes ações do CTC em andamento:

    – implantação do pré-cálculo (http://mtm.ufsc.br/Graduandos/Pre-Calculo/Pre-calculo.html) com sistema de nivelamento, estudo e apoio (2017.1 em diante) e oferecimento de disciplina de pré-cálculo de verão em 2019.1;

    unificação dos Cálculos (2017.1) e Físicas (2018.1);

    compartilhamento de experiências entre docentes (http://portal.ctc.ufsc.br/conversas-sobre-experiencias-docentes/);

    – apoio às avaliações dos professores promovidas pelos centros acadêmicos e avaliação institucional pelo moodle. Precisamos usar esses dados/sugestões com mais “efetividade”, de forma colaborativa entre alunos e professores;

    mediação entre docentes e alunos envolvidos em alguma reclamação (ouvidoria);

    – temos diagnosticado um acentuado número de reprovações, e consequentemente considerável evasão, e a coordenadoria de graduação de CCO propôs uma forma de acompanhamento dos alunos, via sistema experimental SISACAD (https://sisacad.inf.ufsc.br/modules/sisacad/index.php), para ajudar os alunos. A direção do CTC apoiou um estudo de uma normativa de acompanhamento de estudantes com mais reprovações e frizou que não se tratava de um sistema de tutela. De qualquer forma, a direção do CTC entende que esse assunto é muito amplo, complexo e precisa de um estudo ampliado, assim encaminhou dados, que apontam diversos problemas, para um estudo ampliado junto à Câmara de Ensino da UFSC. A direção do CTC, entende que não devemos tratar tópicos independentes, pois todo o sistema de ensino/aprendizagem está integrado.

    Os profs. De Pieri e Peters finalizaram dizendo que o ensino de graduação, como não tem outras fontes de financiamento, tem prioridade de investimentos, especialmente no apoio de eventos dos estudantes. Frizaram também que a direção  é parceira dos estudantes, que quer promover ações para ajudar, nunca para prejudicar alguém, portanto está sempre aberta a receber sugestões de melhoria.


  • Inscrições abertas para a V Escola de Verão de refrigeração

    Publicado em 20/09/2018 às 14:21

    Com o  tema: Pesquisa orientada à indústria: soluções inovadoras para o setor de refrigeração, a Escola de Verão e refrigeração chega à sua quinta edição,  que acontecerá entre os dias 18 e 21 de fevereiro de 2019, sendo organizada pelo POLO Laboratórios de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica, do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina e promovida pela Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas (ABCM).

    Nesta edição, o evento terá minicursos e seminários ministrados por especialistas do POLO/UFSC, onde serão abordados assuntos do campo da refrigeração: Condicionamento de ar; formação de gelo e geada; preservação de alimentos; refrigeração comercial; refrigeração doméstica; refrigeração industrial; refrigeração veicular; tecnologias de refrigeração não convencionais; trocadores de calor e ventilação.

    No último dia, é prevista a apresentação de artigos de alunos de graduação e pós-graduação, tanto na forma oral como na forma de pôsteres.

    A programação do evento está disponível em breve e as inscrições podem ser realizadas através do link.


  • Palestra para conscientização contra o suicídio

    Publicado em 13/09/2018 às 14:07

    No mês de Setembro, como parte do calendário de atividades do Setembro Amarelo, acontecerá a seguinte palestra: Suicídio no ambiente universitário e estratégias de prevenção com a Profª Dra. Maria Júlia Kóvacs.

    O evento será realizado nesta quinta-feira, 13, ás 19h no Auditório do Centro Sócio Econômico.


  • Reunião sobre novo processo de matrícula de graduação para os alunos veteranos

    Publicado em 09/09/2018 às 9:18

    Com a intenção de apresentar, discutir ideias e coletar sugestões, para o novo processo de matrícula dos cursos de graduação, foi realizada uma reunião na última quarta-feira, 29 de agosto, no Auditório Teixeirão, localizado no Centro Tecnológico.

    Desde o ano passado o CTC vem conduzindo um processo de revisão do sistema acadêmico da UFSC, o CAGR, e conta com a participação do Professor Antonio Carlos Mariani, sub-coordenador do curso de Computação. Nessa reunião também estavam presentes o vice-diretor do CTC, Professor Sérgio Peters, o Diretor de desenvolvimento de sistemas da SETIC, Leonardo Meurer, e o Professor de Engenharia de Software, Ricardo Pereira e Silva.

    O Professor Mariani apresentou um conjunto de ideias que foram coletadas até agora, para um novo processo de matrícula de veteranos, resultado de conversas preliminares com estudantes, professores e TAEs.

    Estas e outras ideias que ainda serão colhidas serão posteriormente compiladas pelo Comitê de TI da Câmara de Graduação da UFSC para elaboração da proposta final, que será submetida à Câmara de Graduação da UFSC e ao Conselho Universitário.

    Na conversa ficou claro que o processo atual apresenta falhas, as quais precisam ser corrigidas. Também foi visto que os recursos tecnológicos atuais possibilitam a construção de um um processo de matrícula muito mais dinâmico e significativo. Em paralelo a isto, é necessário rever as atuais resoluções da UFSC que regulam o processo de matrícula de forma a atualizá-las e para haver sintonia entre as questões operacionais e as legais das novas proposições. Foi também notado que algumas das ideias implicam alterações na cultura atual tanto de professores como de estudantes, o que é algo nem sempre simples de ser efetivado.

    Foi solicitado que os estudantes presentes buscassem conversar com seus colegas e com os centros acadêmicos com vistas a aprimorar as ideias. Ficou definido um novo encontro a ser realizado até o final de setembro.

    O material apresentado pelo prof. Mariani encontra-se disponível na página do Comitê de TI da UFSC 


  • Inscrições para a XI SAEMAT estão abertas

    Publicado em 03/09/2018 às 13:51

    As inscrições para a 11° Semana Acadêmica de Engenharia de Materiais estão abertas e poderão ser realizadas através do link até o dia 6 de setembro.
    Com o tema ”Engenharia como agente transformador” o evento irá acontecer entre os dias 24 a 28 de setembro de 2018 e terá palestras, minicursos, mesas e visitas técnicas.

    Para mais informações acesse: https://saematufsc.wordpress.com/