UFSC » Centro Tecnológico
Centro Tecnológico da UFSC

Abertas inscrições para Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento
Publicado em 07/07/2015 às 9:43

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) abriu inscrições para o processo seletivo do mestrado e doutorado até 31 de julho. As linhas de pesquisa concentram-se nas áreas de Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento.

Mais informações no site.

Autoavaliação institucional e avaliação de curso 2015/1
Publicado em 06/07/2015 às 16:15

A UFSC, por meio da Comissão Própria de Avaliação (CPA), a participação dos alunos nos processos de avaliação institucional e de curso a serem realizados em 2015/1.

A participação serve para manifestar a opinião dos estudantes da universidade sobre as práticas, políticas e atividades relacionadas ao ensino, pesquisa, extensão e gestão da Universidade. A presença na avaliação permitirá identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria da UFSC, contribuindo para a excelência da instituição.

Confira o cronograma dos processos de avaliação em 2015/1:

- Autoavaliação institucional
De 17 a 23 de julho (período de rematrícula), para os alunos da graduação.
Em agosto, para os da pós-graduação, TAEs, professores e gestores.

- Avaliação de curso
De 17 a 23 de julho, para os alunos da graduação.
Em agosto, para os da pós-graduação.

Participe! A sua opinião é fundamental.

 

Programa complementa bolsas do CNPq para pesquisadores do setor de petróleo
Publicado em 02/07/2015 às 8:51

 

Para fomentar a pesquisa e a inovação em domínios tecnológicos relevantes ao setor de petróleo e gás no Brasil, o programa UFSC/Statoil/Ciência sem Fronteiras (CsF) lançou edital que oferece complementação de bolsas. A Statoil (empresa petrolífera norueguesa) irá integralizar o valor de bolsas de estudo já outorgadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no âmbito do CsF para pesquisadores do setor.

edital está aberto, com vigência até 30 de junho de 2016.

As áreas tecnológicas prioritárias são:

- Engenharia Submarina;

- Gerenciamento de CO2;

- Estudos Carbonáticos;

- Recuperação Avançada de Reservatórios.

As complementações de bolsa são para doutorandos da UFSC que desejam realizar estágio sanduíche ou doutorado cotutela, e para professores que desejam realizar pós-doutorado na Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega (NTNU) e na Universidade do Texas, em Austin (EUA). A complementação também está disponível nas modalidades Jovem Talento e Professor Visitante.

Mais informações podem ser obtidas na página do programa.

Energias Limpas podem garantir eficiência energética para Santa Catarina
Publicado em 23/06/2015 às 9:24

Para driblar a crise econômica, aproveitar o potencial catarinense de geração de energia e manter-se na vanguarda do crescimento, o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), lançará na próxima quarta-feira, 24, o SC+Energia – Programa Catarinense de Energias Limpas. O objetivo é impulsionar a atividade econômica do setor, gerando riqueza e mais empregos, ampliando o desenvolvimento e a eficiência energética de Santa Catarina. O evento, que será realizado às 14h, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis, é gratuito e aberto ao público.

“Vamos aproveitar um potencial natural para gerar empregos e desenvolver a economia, fazer um enfrentamento direto à crise de energia que o Brasil vive. Afinal, subiu muito o custo, pois estamos usando essencialmente a energia térmica, que tem um valor muito alto. Incentivando esses novos projetos, vamos contribuir decisivamente para aumentar a nossa eficiência energética”, salientou o governador Raimundo Colombo.

O SC+Energia, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), reúne diversos órgãos e entidades do Governo estadual. A ideia é fortalecer principalmente as energias consideradas limpas e renováveis, como Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), Eólica, Solar e Biomassa. “São atividades de baixo impacto ambiental, menor que as fontes de energia com origem nos combustíveis fósseis. Os projetos previstos podem gerar mais de 1 GWh (gigawatt-hora), o que exigirá investimentos bilionários”, explica o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

O Estado conta com 68 projetos de PCHs já com licença para instalação (LAI) e 40 à espera dessa licença. Há, ainda, 130 projetos de PCHs, 96 empreendimentos com licença de operação emitida (LAO) e 17 unidades, entre eólicas e fotovoltaicas, requerendo licença ambiental prévia (LAP).

 

Entenda a participação de cada instituição no SC+Energia

SDS – Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável

As empresas interessadas em participar do programa terão que se inscrever no Grupo Permanente de Energia da SDS, que envolve diversas entidades do Governo e da iniciativa privada. Por meio de uma chamada pública, o empreendimento será avaliado por este comitê e, sendo aprovado, ele ingressa no programa.

Jucesc – Junta Comercial do Estado de Santa Catarina

Será prestado um atendimento preferencial às empresas Sociedades de Propósito Específico (SPEs) que aderirem ao programa. O Via Azul é a criação de uma etiqueta em cor diferenciada para os casos enquadrados como empresas com capital aberto ou fechado de R$ 5 milhões ou mais. Um grupo de colaboradores atenderá a demanda de forma prioritária, apresentando sua resposta em um prazo máximo de 48 horas.

Fatma – Fundação do Meio Ambiente

Responsável pelo licenciamento ambiental, Fatma irá chamar 28 aprovados no seu último concurso, liberando uma equipe de nove profissionais técnicos experientes para atender as demandas de licença e dar agilidade legal ao processo.

SEF – Secretaria de Estado da Fazenda

A Fazenda está prorrogando para 2021 a isenção de ICMS para a cadeia produtiva do setor energético, proporcionando condições atrativas para investimentos em ampliações ou implantações de novas unidades industriais. A desoneração vale para as operações com equipamentos e bens relacionados à produção de energia eólica e solar. No caso das PCHs, serão concedidos benefícios fiscais por meio dos programas Pró-Emprego e Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec).

BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul

Com o programa BRDE Energia será oferecido crédito para projetos de eficiência energética e energias renováveis. Serão alocados mais de R$ 60 milhões de recursos próprios para projetos nos três Estados do Sul.

Badesc – Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina

A microgeração de energia, especialmente a solar, será financiada por linhas de crédito criadas pela instituição.

Celesc – Centrais Elétricas de Santa Catarina

Vai lançar chamada pública para a geração distribuída e comprar a energia das fontes do programa. A Celesc Geração irá aderir com contratos de compra de energia ou participando dos empreendimentos de geração. A Celesc Distribuidora também irá destinar mais de R$ 30 milhões de reais, nos próximos três anos, para a eficiência energética que serão aplicados no desenvolvimento de projetos em fontes renováveis do SC+Energia. Outro papel importante é possibilitar a conexão à rede de distribuição e dar celeridade ao exame dos pedidos de conexão para os empreendimentos.

SC GÁS – Companhia de Gás de Santa Catarina

A compra de energia pela SC Gás irá viabilizar empreendimentos de geração térmica a partir de dejetos de suínos ou de aves. Um problema ambiental que poderá ser solucionado gerando energia, além disso, aplicará recursos para P&D no desenvolvimento de projetos inovadores em biogás.

 

O quê: Seleção para tratamentos estéticos.

Quando: 24 DE junho.

Horário: 14H.

Onde:Teatro Governador Pedro Ivo  – Rod. SC 401, Km5, nº 4600

Centro Administrativo, FlorianópoliS – SC

Matrícula para o Sisu deve ser efetivada dias 19, 22 e 23 de junho
Publicado em 19/06/2015 às 16:21

O MEC divulgou o resultado do segundo processo seletivo de 2015. A UFSC ofereceu  339 vagas remanescentes em 12 opções de cursos, no cinco campi. Acesse aqui o resultado.

Será apenas uma chamada para matrícula, que deve ser efetivada no dias 19, 22 e 23 de junho na coordenadoria de curso do campus em que o candidato foi selecionado.

Se não for aprovado para o curso escolhido como primeira opção, o candidato pode fazer parte da lista de espera. Para tal, deve entrar no site do Sisu de 15 a 26 de junho e clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera. A UFSC  deve informar, até 26 de junho, as vagas ainda disponíveis .

Leia a portaria de matrícula – dispõe sobre as normas da matrícula inicial dos candidatos selecionados

Mais informações na página do Vestibular UFSC 2015 – Sisu.

Centro Tecnológico lança manuais de procedimentos administrativos
Publicado em 12/06/2015 às 21:28

Foram lançados esta semana pelo Centro Tecnológico os manuais de procedimentos administrativos referentes às atividades de secretaria da unidade, das secretarias de departamento, das secretarias dos cursos de graduação e pós-graduação.

O material apresentado é fruto de um trabalho colaborativo, que teve contribuições dos STAEs responsáveis pelas atividades, dos alunos graduandos do curso de Engenharia de Produção e do curso de Design e da Empresa Júnior da Engenharia de Produção.

O trabalho, que tem a anuência da Chefia do Departamento de Engenharia de Produção, da Direção do Centro e do Conselho da Unidade, foi iniciado no primeiro semestre de 2013, e desde então foram realizadas centenas de entrevistas com os STAEs e professores gestores em seus ambientes de trabalho. As principais atividades foram registradas por meio do mapeamento dos processos, a descrição detalhada de como fazer, e a elaboração de manuais de procedimentos.

Estas informações configuram importante material de consulta para a execução correta das atividades. Segundo o Eng. Dante L. Juliatto, STAE coordenador do projeto, por meio desta iniciativa foi possível registrar o know-how dos funcionários que estavam se aposentando, garantindo que seus conhecimentos pudessem contribuir para o melhor desempenho dos novos servidores contratados.

A próxima etapa da iniciativa terá como propósito o desenvolvimento de melhorias nos processos buscando torna-los mais ágeis, eficientes e adequados às necessidades da UFSC.

Consultas e downloads dos materiais podem ser realizados no portal do CTC, no seguinte endereço:  http://portal.ctc.ufsc.br/processos-de-trabalho/

Sugestões e contribuições podem ser enviadas para o STAE Eugênio Luiz Gonçalves coordenador administrativo do projeto, e para o STAE Dante Luiz Juliatto coordenador geral do projeto.

Sem título

‘IV Semana da Pós-Graduação em Química’ apresenta palestra sobre integridade científica, fraudes, plágios e manipulação de resultados
Publicado em 11/06/2015 às 8:38

A “IV Semana da Pós-Graduação em Química” da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), tem como tema “44 anos de ensino, Pesquisa e Cooperação Internacional”, acontecerá entre os dias 15 e 19 de junho, no Departamento de Química (DQA).

No evento, que contará com professores de destaque internacional, serão realizadas sete palestras, com participação de docentes da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Universidad Nacional de Rosário (UNR), Argentina.

O professor Ronaldo Aloise Pilli, da Unicamp, apresenta na quarta-feira, 17 de junho, às 14h, a palestra “Integridade Científica: fraudes, plágios e manipulação de resultados”, no auditório do Departamento de Química da UFSC.

Logo após, às 16h, a Segunda Sessão Coordenada – Pibic, com o tema “Iniciação científica e fazer ciência”, será apresentada pelo professor Jamil Assreuy, pró-reitor de Pesquisa da UFSC.

Além das palestras, serão oferecidos quatro minicursos e realizadas três sessões coordenadas. Nelas, haverá apresentações orais dos pós-graduandos, que abordarão os trabalhos científicos desenvolvidos nos diferentes grupos de pesquisa do Programa.

Este ano, o evento conta com uma novidade: os bolsistas do Programa de Iniciação Científica da UFSC apresentarão suas pesquisas nas formas oral e de pôster, no auditório do Departamento de Química da UFSC.

Confira a programação completa na página do evento.

III Congresso Internacional: Eficiência Energética, Sistema de Inovação Climática e Desenvolvimento Sustentável
Publicado em 22/05/2015 às 10:02

Será realizado na UFSC, nos dias 25 a 27 de maio de 2015, no auditório do CCJ e nas salas do PPGD, o III Congresso Internacional: Eficiência Energética, Sistema de Inovação Climática e Desenvolvimento Sustentável.

Ver programação atualizada.

SeTIC realiza manutenção no servidor de licenças de software na segunda-feira
Publicado em 14/05/2015 às 10:14

SeTIC comunica que ocorrerá uma manutenção no servidor de licenças de software na segunda-feira, 15 de maio. O objetivo é a atualização do software utilizado para prover o serviço e suportar a nova versão do Solidworks.

Serviços afetados: softwares Siemens PLM, Solidworks, AspenTech, TypeTool e LMS.
Locais afetados: todos os campi da UFSC.
Janela de manutenção: 15 de maio – das 12h às 14h.
Indisponibilidades previstas: o serviço estará indisponível durante a janela de manutenção.

Caso haja dificuldade de realizar, além do horário previsto de manutenção, alguma operação nos serviços afetados, deve-se entrar em contato com a SeTIC pelo ramal 6333 ou no site de atendimento.

Pesquisadores monitoram qualidade do ar na universidade
Publicado em 04/05/2015 às 15:58

O ar respirado no campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é de boa qualidade, conforme a legislação nacional em vigor estabelecida há 25 anos, mas ultrapassa os parâmetros recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS): essa é a conclusão de uma pesquisa pioneira desenvolvida pelo Laboratório de Controle da Qualidade do Ar (LCQAr) do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental (ENS) da Universidade. O estudo é o primeiro monitoramento de longo prazo da qualidade do ar na cidade de Florianópolis, por meio de amostragens do poluente atmosférico MP10.

O MP10, que possui diâmetro aerodinâmico menor que 10 micrômetros (μg), pode ser absorvido pelos alvéolos pulmonares e está associado a um grande número de problemas de saúde. Sua concentração é um indicativo da qualidade do ar numa determinada região.

De 11 de agosto de 2011 a 23 de fevereiro de 2014, 134 amostragens foram realizadas. No período, a maior concentração diária registrada para o MP10 foi de 87 micrômetros por metro cúbico (μg/m3), abaixo do padrão nacional diário (150 μg/m3). Se a recomendação da OMS e o padrão europeu (50 μg/m3) forem levados em consideração, o valor está acima do estabelecido. “Este valor foi observado no início do monitoramento, correspondendo à quarta amostragem e a um dos valores extremos da série de concentrações”, explica o coorientador da pesquisa, Marlon Brancher.

A resolução nº 3 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) estabeleceu, em 1990, o valor de 50 μg/m3 como média aritmética anual máxima de MP10 em suspensão no ar. Em 2012 e 2013, os dois anos com o levantamento completo, o limite não foi ultrapassado – bem como o padrão europeu, igual a 40 μg/m3.

Entretanto, a média anual superou o valor de referência recomendado pela OMS, 20 μg/m3, em todos os anos do monitoramento, com destaque para 2013, 26,13 μg/m3. “Vale lembrar que o valor da OMS é igual ao padrão final que entrará em vigor no estado de São Paulo”, afirma Brancher. “Ainda assim, as legislações internacionais citadas são permissíveis até certo limite de episódios agudos de poluição do ar. Portanto, pode-se considerar que Florianópolis apresenta qualidade do ar satisfatória, ao menos no que concerne a concentrações de MP10.”

 

Coletas

Um Amostrador de Grande Volume (AGV) com cabeça de separação para partículas menores do que 10 μm (AGV- MP10), instalado no terraço do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental (ENS/UFSC), a 15 metros do solo, foi utilizado na coleta do material.

O estudo continua com outro AGV, alocado na Biblioteca Universitária, vencendo uma limitação do estudo: segundo o critério da norma 13.412/1995 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a entrada do amostrador deve ficar de dois sete metros do solo, mas não foi seguida por questões de segurança e disponibilidade de energia elétrica.

As amostras serão colhidas nos mesmos dias, e poderão mostrar diferenças devido à localização do equipamento. “É provável que o AGV da Biblioteca, por estar perto da rótula da Trindade com grande circulação de veículos, aponte maior concentração de MP10. Mas só saberemos se os resultados apontam significância estatística após análise dos dados”, afirma Brancher. O novo trabalho incluirá amostragens completas relativas aos anos de 2014 e 2015 e deve ser publicado no início de 2016.

A estudante de Engenharia Sanitária e Ambiental, Cássia Scapini, que integra a equipe do LCQAr como voluntária, instala e coleta o filtro. “Nós rodamos por 24 horas e pesamos a diferença de massa no Laboratório Integrado de Meio Ambiente.” Além da massa de MP10 retida nos filtros, Cássia colhe os dados de diferencial de pressão antes e após as coletas para para análise posterior. “Os dados meteorológicos necessários para os cálculos das concentrações são gentilmente cedidos pelo Lepten (Laboratórios de Engenharia de Processos de Conversão e Tecnologia de Energia)”, relata Brancher.

As condições atmosféricas também afetam o resultado das amostragens – as maiores concentrações foram observadas durante períodos frios, especialmente no inverno, quando ocorreram as temperaturas mais baixas e as maiores pressões atmosféricas médias. “Quando o clima está seco, a concentração do MP10 aumenta; no tempo úmido, especialmente com precipitações, as partículas são lavadas da atmosfera por conta do fenômeno de deposição úmida.”

Os pesquisadores esperavam as cinzas expelidas no dia 22 de abril pelo vulcão Calbuco, no Chile, “mas as nuvens estão em elevadas altitudes e não devem tocar o solo”, diz Brancher.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-4993 e na página do LCQAr na internet.

  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 07 de julho 2015 - 9:43:15